Em diversos lugares, e principalmente, na igreja ouvimos dizer que não podemos pecar, e no ensinam que precisamos obedecer a Deus. Dizem que precisamos ter uma vida correta diante da sociedade. Muitos falam que devemos evitar o pecado, mas não ouço as pessoas explicarem o porquê não pecar. Qual o mal se eu viver do jeito que quero? Deus me deu um presente chamado livre arbítrio, porém muitos dizem que não posso usá-lo, pois quando uso este presente Deus me castiga. Este ensinamento é muito estranho, né?
Todo o ser humano possui o livre arbítrio, em outras palavras, o poder de decisão. Quando usamos este poder e escolhemos algo pensando na nossa própria realização, estamos sendo egoístas. A pessoa egoísta só faz algo pelo outro se esta ação trouxer um benefício próprio. Pecado é a manifestação prática do egoísmo. Não há pecado sem egoísmo, e posso afirmar que se tirarmos o egoísmo do pecado, o pecado deixa de ser pecado. Adultério é pecado, certo? Ninguém adultera pensando no bem estar do outro, quem escolhe adulterar está pensando somente em seu prazer pessoal. Usar drogas é pecado, certo? Ninguém escolhe usar drogas para beneficiar o traficante, quem usa drogas está pensando somente em si próprio. Inveja é pecado, né? Ninguém tem inveja para alegria do outro, pelo contrário quem inveja deseja algo do outro para si mesmo. Nunca esqueça de que a essência do pecado é o egoísmo.
Que mal tem se quero ser egoísta? Quando somos egoístas pensamos em nós mesmos em primeiro lugar, somos o centro das atenções de nós mesmos. Então, deixamos de pensar nas outras pessoas, e se não pensamos nos outros, logo não fazemos nada por eles, e se não fazemos nada pelos outros não somos fonte de nada, com isso passamos a não ter nada em nós que possa ser aproveitado pelo nosso próximo. Então deixamos de existir, pois nossa existência passa a ser insignificante para a sociedade. Você ainda quer ser egoísta? Em outras palavras, você ainda quer praticar o pecado?
Pense na situação de um pneu de carro novo, cada metro rodado pelo carro o pneu vai se desgastando, vai se desgastando até não ser mais útil, e neste momento o pneu é jogado fora. A nossa vida é parecida com a vida útil de um pneu, na medida em que o tempo vai passando somos desgastados pelo pecado, quanto mais pensamos em nós mesmos em primeiro lugar nossa vida útil se aproxima ainda mais buycbdproducts fim. Ninguém nasceu pra viver pra si mesmo. Você e eu nascemos pra viver pelo outro, colocar o outro em primeiro lugar e nós mesmos em segundo plano. Faça uma experiência: dedique um dia pra você mesmo e depois dedique um dia para o próximo. Faça uma comparação e tire suas próprias conclusões. Eu creio que não foi por acaso que Jesus disse “amai o próximo como a ti mesmo”.
Evitar o pecado simplesmente para parecer justo/puro/santo diante de Deus é um pecado. Se a minha motivação em não pecar é a de me “exaltar” ou de me dar uma boa imagem diante das pessoas, então estou pecando do mesmo jeito. Não pecar (ou seja, não agir com egoísmo) é cumprir o propósito de Deus para nossas vidas e, além disso, em segundo plano, é um benefício próprio, pois me livra de viver as consequências do pecado.
Não deixe de ser egoísta para se dar bem, não faça deste comportamento uma moeda de troca.