Hoje a prática sexual fora do casamento se tornou algo comum. Atualmente uma pessoa virgem é foco de zombaria. Algumas religiões proíbem o sexo antes do casamento. Alguns pais também defendem esta ideia, principalmente para com suas filhas mulheres. Quase todos não veem problema algum em praticar o sexo antes do casamento, se não há problema, qual a vantagem desta prática então?
Qual a vantagem de praticar o sexo antes do casamento?
Depois de ouvir diversas pessoas e também fazer várias reflexões sobre o assunto, chego à conclusão que não existe nenhuma vantagem em praticar sexo antes do casamento. Não há nenhum ganho.
O que mais nos envolve emocionalmente num relacionamento é a intimidade sexual. Esta intimidade em alguns momentos arrebata nossa lucidez nos fazendo até nos sentir fora de si, nos faz pensar na outra pessoa todo o tempo e ainda ficamos ansiosos pra acontecer novamente. A intimidade sexual nos envolve tanto que nos rouba toda a nossa atenção, e não conseguimos observar outras características da outra pessoa. Quando a pratica sexual é iniciada no inicio do namoro, o casal perde a oportunidade de conhecer com detalhes características muito importantes do seu parceiro.
Sabemos que o sexo é o produto principal no casamento, se experimentamos deste produto principal durante o namoro, é claro que não vamos perder tempo em experimentar os outros produtos e perderemos mais uma vez a oportunidade de conhecer realmente quem é a pessoal que estamos nos relacionando. E na maioria das vezes quando a prática sexual é iniciada no namoro, o sexo no casamento deixa de ser o produto principal, com isso é muito mais fácil valorizarmos os pontos negativos mais do que os pontos positivos, o que pode tornar a prática sexual fria e um pouco sem graça levando o casal a buscar o prazer fora de seus relacionamentos.
Já que durante o casamento o sexo deixou de ser o produto principal então o casal passa ter mais tempo para conhecer coisas um do outro que poderia ter sido conhecida no namoro, vamos torcer para que estas não sejam coisas que possam estragar o relacionamento. O mais importante no namoro é tentar conhecer do outro tudo que não esteja relacionado a nenhum tipo de intimidade sexual, pois o que torna a prática sexual melhor são a afinidade e a liberdade que o casal tem um com o outro. A causa a principal dos divórcios não tem nada a ver com o sexo, então é furada o casal pensar que precisa conhecer sexualmente um ao outro para saber se o casamento vai dar certo.
Nem por isso a necessidade e vontade de praticar o sexo deva ser o motivo do casamento. Ninguém pode casar simplesmente para fazer sexo. Todo casamento que eu conheço que se iniciou por esse motivo não deu certo. O fundamento principal de um casamento deve ser sempre o amor (leia o post: “Amor não é um sentimento”). Relação sexual é um aprendizado e o casal pode aprender e aperfeiçoar seu momento de intimidade no casamento, não precisa antecipar isso no namoro, mas aproveite o tempo de namorar para conhecer tudo sobre a outra pessoa, ou melhor, tentar conhecer tudo, saber seus gostos, seus medos, seus sonhos, suas dificuldades, suas fraquezas, sua história, tem muita coisa pra se conhecer de uma pessoa, não precisamos deixar que o prazer sexual nos roube a chance de conhecermos um ao outro.
É tempo de namoro, então vamos namorar.
É tempo de casar, então vamos esquentar o namoro.
Quem ama nunca deixa de namorar.